Fetish Doll's

Fetish Doll's tem história para contar desde 2006, mas isso é papo para falar tomando um bom whisky ;) O fetichismo na teoria do filósofo e economista alemão Karl Marx, é um conceito central e crucial do sistema econômico e indica um fenômeno psicológico e social de produtos que parecem ganhar vontade própria, e deixam de ser meros objetos e passam a ser alvo de adoração pelo ser humano. Desta forma, os indivíduos se comportam como objetos e os objetos se comportam como pessoas. Um fetiche pode estar relacionado com o misticismo, representando um amuleto ou um ídolo, com origem obscura e com poderes mágicos ou sobrenaturais. Algumas tribos africanas possuem certos objetos desse gênero, que são adorados pelo povo. No episódio bíblico em que Moisés subiu ao Monte Sinai para se encontrar com Deus, o povo juntou o ouro para criar a estátua de um bezerro, para depois adorá-lo. Neste caso, o bezerro de ouro pode ser classificado como um objeto de fetiche. Na psicologia, o fetiche representa um comportamento específico que encontra prazer em certas atividades, objetos ou partes do corpo. Os fetiches mais comuns na sociedade ocidental são os pés, os sapatos, as jóias e a roupa íntima. Os acessórios Fetish Doll’s são produzidos por artesãos de pequenas comunidades que desenvolvem uma economia de subsistência, são verdadeiros amuletos (jóias) com poderes mágicos… Transformando qualquer mulher em um alvo de adoração.